Carregando...

0

O Banco Central nesta quarta-feira (2) começou a divulgar o passo a passo necessário para que cerca de 253 mil de empresas e 25,9 milhões de pessoas possam iniciar o processo de sacar dinheiro esquecido em seu nome nas agências bancárias.

O site da Agência federal informa que o agendamento para a realização dos saques iniciará nesta segunda-feira (7).

Haverá um cronograma específico para cada ano, tanto de nascimento quanto de pessoa, ou de fundação, no caso de empresas.

Para evitar que haja uma aglomeração nas portas bancárias, o processo de pagamento foi dividido em três grupos distintos. Sendo, ano de nascimento para pessoas físicas, e no caso de empresas, o ano de fundação do CNPJ foi o escolhido.

Se você ou a sua empresa são anteriores ao ano de 1968, a data para iniciar o agendamento da consulta iniciou nesta segunda-feira (7) e irá até a sexta-feira (11), porém, haverá a possibilidade de uma segunda chamada no sábado (12).

Como vimos, a separação foi feita com base retroativa, pessoas ou empresas que tenham mais de 54 anos, serão as primeiras a poderem verificar se possuem algum valor a ser ressarcido.

A segunda turma para realizar a solicitação e verificação de valores a serem recebidos são as pessoas que nasceram ou tiveram a empresa fundada entre os anos de 1968 e 1983.

Para essas pessoas, o intervalo para realizar a solicitação é entre os dias 14 a 18 de março, sendo possível uma chance extra no dia 19.

A terceira e última turma será formada por pessoas que nasceram ou tiveram a empresa fundada a partir do ano de 1983. Para esse restante da população, o agendamento para a verificação da quantia disponível, caso haja, é entre os dias 21 até o dia 25 de março, havendo uma chance a mais no dia 26.

Caso você tenha perdido as datas originais, não se preocupe. Após ter sido completado todo o ciclo de pesquisa dos três grupos, haverá uma liberação para as pessoas que ainda não conseguiram solicitar este resgate do valor devido.

Essa outra chance será a partir do dia 28 de março, a partir deste dia será liberado que o público em geral possa fazer a pesquisa para ver se eles possuem um saldo a ser recebido.

O que é o Sistema Valores a Receber do Banco do Brasil?

Essa plataforma foi criada com o intuito de ressarcir valores que pessoas ou empresas possuíam a receber, porém, por algum motivo, não houve a concretização desse saque.

Com ele é possível de forma rápida e simples a verificação da quantia que você tem a receber, caso haja, e assim, iniciar o processo de solicitação deste valor.

As consultas são feitas pelo site governamental, com ele é possível ver valores que estavam parados, podendo ser desde contas-corrente que foram dadas como encerradas de forma indevida, ou até mesmo, conta poupança.

E novamente, isso não foi feito apenas para pessoas. Caso você tenha tido uma empresa e deseje verificar se ela também possui um valor a ser recebido, vale a pena a verificação no site para que possa ser buscado, caso haja.

Veja o calendário de solicitação para resgatar o dinheiro esquecido em bancos:

Após a solicitação, em quantos dias cairá o dinheiro na conta?

Caso você possua o dinheiro a ser recebido, este processo poderá levar até 12 dias úteis, durante este processo será pedido a chave do seu PIX.

Quando toda a documentação for concluída, o valor a ser ressarcido será mandado através do PIX de forma direta e rápida.

Por que o processo foi dividido em 3 grupos?

Segundo o Banco do Brasil, este processo foi dividido assim para que o sistema do banco pudesse manter uma estabilidade e ter a garantia que não passaria por quedas.

Valendo ressaltar que já houveram mais de 100 milhões de buscas, ou seja, caso não fosse dividido num grupo de pessoas, o sistema poderia se manter instável e ter problemas ainda maiores.

Posso consultar por outros bancos?

Não. Caso não saibam, o Banco do Brasil é um banco misto, ele é parte do estado e parte uma empresa. Apenas ele possui os dados finais desse grupo de pessoas.

Além de mais, por só ele prestar este serviço, existe uma segurança maior.

O Banco do Brasil informa que não se deve clicar em links e arquivos suspeitos e que os seus clientes não façam pagamentos utilizando outras plataformas na busca por retirar este dinheiro.

Ninguém, exceto o Banco do Brasil, possui acesso aos dados de valores. Toda a solicitação deverá ser feita no site do SVR.

Como verificar se eu tenho valores a receber?

Para facilitar ainda mais a sua solicitação, mostraremos em um passo a passo 7 itens: o que é necessário para você realizar este saque e tudo o que você precisa saber.

Clicando no link abaixo você terá acesso a como direto do seu celular ou computador, realizar esse cadastro e verificação.

→ PASSO A PASSO CONSULTAR O VALOR DISPONÍVEL A RECEBER

Banco do Brasil alerta: Cuidado com os golpes!

Apenas o Banco do Brasil poderá fazer as solicitações, caso apareça outras instituições alegando que podem fazer isso, fuja, é golpe.

O Banco Central não envia links para você acessar e nem entra em contato pelo telefone. Caso receba chamadas sobre este tema, tenha certeza que se trata de golpe.

O cadastro NÃO pede sua senha e nem dados pessoais, caso alguém te pergunte estes dados, pode ser um golpe.

Não clique em links sobre este assunto em plataformas como o Whatsapp ou o Telegram, talvez você tenha os seus dados roubados.

Não faça pagamentos para ter acesso a estes valores. Eles já são seus e estão apenas sendo ressarcidos.

Por que o Banco Central pediu para fazer nova consulta em maio?

Quem já tentou fazer a pesquisa pelo site pode ter dado de cara com a seguinte mensagem:

“Atualmente você não tem valores a receber. Mas você poderá fazer nova consulta a partir de 02/05/2022, para saber se terá valores a receber no novo período de consulta”

O que é isso? Isso se trata de que estes valores ainda estão sendo introduzidos no banco de dados.

Sendo assim, é recomendado que caso você não apareça como uma das pessoas que possua um valor a ser recebido, espere até o dia 02/05 para realizar uma segunda consulta.

→ CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR O VALOR A RECEBER